sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Exercícios de figuras de linguagem


EXERCÍCIOS: FIGURA DE LINGUAGEM
1 – Identifique a figura que sustenta esta anedota:
O turista vinha para o Rio De Janeiro. Um amigo, que havia morado naquela cidade por muitos anos, advertiu:
- Cuidado com o trânsito no Rio. É uma loucura. Os carros andam voando.
O turista ficou impressionadíssimo. Chegou ao centro, pegou um táxi:
- Me leva para o Botafogo?
E o chofer:
- A que altura?
O turista:
- Se passares de cinco metros eu te arrebento.
R: ______________________________________
2 – Identifique duas figuras de linguagem no poema:
Campina ao sol
Quando o vento
Coça as suas costas
No capim alto
Cada folha
É um espelho que se dobre
Cada talo
É uma lâmina de céu. (Marina Colasanti)
R: _______________________________________
3– (PUC-SP) Nos trechos:
“... nem um dos autores nacionais ou nacionalizados de oitenta pra lá faltava nas estantes do major.”
“... o essencial é achar-se as palavras que o violão pede e deseja”; encontramos, respectivamente, quais figuras de linguagem?
R: _________________________________________
4– (TRF) A respeito do vocábulo destacado em “O processo de paz derrapa na justa medida do desejo dos eternos descontentes” (Jornal do Brasil) pode-se dizer que:
a) está empregado denotativamente
b) o autor não o empregou em sentido figurado
c) o autor explora a conotação desse vocábulo
d) tem o mesmo sentido na frase “o carro derrapa”
e) está empregada erroneamente, já que seu sentido, no texto, desvia-se de seu significado normal
5- (BB) Identifique a figura de linguagem das frases abaixo e marque o segmento em que não há conotação:
a) Dia após dia, o riozinho bebeu _________________
b) Marta bebeu o cálice todo.  ___________________
c) nas fraldas dos montes.  ______________________
d) E tão gulosamente o fez, _______________________
e) que acabou por levá-las mais além das roças e povoados. __________________________________
6– (Mack-SP) “Fitei-a longamente, fixando meu olhar na menina dos olhos dela.”
No período acima, ocorre uma figura de palavra conhecida como _____________________________
7– (UFSCAR-SP) Para responder a esta questão, leia os versos:
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
Mudaram as estações
Nada mudou.
É notória a oposição de idéias nos versos, o que significa que neles se encontra como principal figura de linguagem ___________________________________
A outra figura de linguagem evidente é______________
8– (Mack-SP) Aponte a alternativa que contenha a mesma figura de pensamento existente no período:
Acenando para a fonte, o riacho despediu-se triste e partiu para a longa viagem de volta.
a) O médico visualizou, por alguns segundos, a cara magra do doente, antes que a última paixão se calasse.
b) Os arbustos dançavam abraçados com os pinheiros a suave valsa do crepúsculo.
c) Contemplando aquela terna fisionomia, afastou-se com um sorriso pálido e irônico.
d) A mesquinhez de tua atitude é poço profundo, cavado no íntimo de teu espírito.
9 – Associe as frases abaixo à figura de linguagem utilizada:
(A) Antítese            (B) Comparação      (C) Catacrese
(D) Prosopopéia     (E) Eufemismo         (F) Apóstrofe
(G)  Metáfora         (H) Hipérbole           (I) Ironia
(J) Aliteração         (K) Assonância         (L) Perífrase
(M) Metonímia       (N) Sinestesia           (O) Paradoxo
(      ) “Por uma única janela, entravam claridades cinzentas e surdas, sem sombras.”       
(      )  “A noite é como um olhar longo e claro de mulher.”  
(      ) “Adeus; vamos para frente, recuando de olhos acesos.”
(      )  “Redondos tomates de pele quase estalando.”   
(      )  “Lá fora a noite é um pulmão ofegante.”        
(      ) “Ela já não aparenta mais quinze anos de idade.”
(      ) “As árvores de nossa floresta pedem socorro.”
(      ) “A cidade maravilhosa recebeu mais de trinta mil turistas no feriado.”
(      ) “O que fiz de errado, ó Deus?”
(      )  “Bebeu dois copos e saiu cambaleando.”    
(      )  “Os jardins têm vida e morte.”    
(      )  “A excelente Dona Inácia era mestra na arte de judiar de crianças.”    
(      )  “ O mar canta como um canário.”    
(      )  “Na tarde quente as folhas aplaudindo a brisa fresca.”
(      )  “Leão sabia de tudo e da vida de todos na cidade. Tivera várias profissões, conhecia meio mundo.”
(      )  “Sentia-me preso como um cachorro acorrentado, como um urubu atraído pela carniça.”
(      ) “Então, como fidalgos camponeses, aceitamos a mesa.”
(      )  “Dona Gertrudes abriu a guilhotina da boca e degolou o silêncio.”
(      )  “O bonde passa cheio de pernas: Pernas brancas, pretas, amarelas.”
(      )  “Falavam em Deus e só pensavam no diabo.”
(      )  “ Li Machado de Assis na 8ª série.”           
(      )  “ Encontraram uma violeta ao pé da montanha.”
(      )  “Você é tão prestativa! Dorme o dia todo!     
(      )  “Ela chorava de felicidade!”        
(      )  “ Gertrudes para, reclama, anda e engana.”       
(      ) Era mulher por dentro e por fora, mulher à direita e à esquerda, mulher desde os pés até a cabeça.”
 (      ) “É um perigo entrar na bodega. Estava com desejo de beber um quarteirão de cachaça.”
(      ) “Os amigos que me restam são de data recente; todos os antigos foram estudar a geologia dos campos santos.”
(       ) “Eu temo muito o mar, o mar enorme.”

Um comentário:

  1. Oi,professora Karen, Você poderia mim ajudar nessa questão ? (BB) Identifique a figura de linguagem das frases abaixo e marque o segmento em que não há conotação:
    a) Dia após dia, o riozinho bebeu _________________
    b) Marta bebeu o cálice todo. ___________________
    c) nas fraldas dos montes. ______________________
    d) E tão gulosamente o fez, _______________________
    e) que acabou por levá-las mais além das roças e povoados.

    ResponderExcluir